Informes ABAB num.01

 Associação Biográfica

INFORMES ABAB

Encontro anual e Assembléia Geral Ordinária – 2014

No final de semana dos dias 6 e 7 de dezembro de 2014, foram realizados o 2º Encontro Anual e a Assembléia Geral Ordinária da Associação Brasileira de Aconselhadores Biográficos, em São Paulo, na Clínica Tobias, com o propósito de compartilharmos vivências, acrescentarmos valores à vida, alimentarmos sonhos comuns e decidirmos sobre o Estatuto.

Estiveram presentes aos eventos Berenice von Rückert (GI ELEB-SP),  Márcia Della Negra (GI ELEB-SP), Ronaldo Perlatto (GI ELEB-SP),  Nair Ribas d’Ávila (GI ELEB-MG), Maria de Lourdes Steinhauser (GV  ELEB-SP), Daniela Assumpção Liu Herzog (GX ELEB-SP), Regina Rapacci Magalhães (GXII ELEB-SP), Adriana  Ortiz (GVI  ELEB-SP),  Alexandra Mettrau  (GI ELEB-MG),  Maria Mônica do Socorro  Mello (GII ELEB-SP) e Sylvia Beatrix Pereira (GXII ELEB-SP) que esteve presente somente na Assembléia. O número de pessoas reunidas tornou o encontro mais caloroso, amigável, instigante e proveitoso.

Na intenção de um trabalho biográfico interativo entre os associados, onde possamos conhecer como cada um trabalha e desenvolve sua profissão de Aconselhador Biográfico, experimentamos e conhecemos no  sábado, três vivências que  foram apresentadas ao grupo:

– Nair Ribas d’Ávila apresentou o conto “O Barba Azul”, sob a visão da trimembração anímica, com base em seu livro O Eu Integrado. Após a narração do conto, o trabalho foi aberto com a pergunta: Você abriria a porta ou não? Ao redor da pergunta, todos puderam compartilhar suas reflexões. Se a resposta é não: considere-se morto; se sim: o que sentiria no momento em que visse o que havia atrás da porta? O que pensaria e o que faria depois? O conto oferece a chave… Muito interessante reconhecer a relação da atitude de cada um com o seu processo biográfico de padrões de comportamento.

– Regina Rapacci Magalhães apresentou os resultados do projeto Workshop Biográfico Literário, elaborado e desenvolvido por ela e, em seguida, com o objetivo de vivenciarmos um pouco o projeto, todos foram convidados a participar de um exercício de escrita criativa, a partir da escrita rápida ao redor da palavra PRESÉPIO. O desafio era deixar a imaginação livre, sem censura, em fluxo. Precedido por uma breve preparação para oxigenar o cérebro, o resultado surpreendeu a todos. Ressaltamos que para todos foi uma grande emoção ver como foi incutido na educação de cada um, através principalmente dos valores de família, a relação com o presépio e seu significado.

– Berenice von Rückert nos brindou com uma vivência voltada ao espelhamento de uma crise atual, que deveria ser moldada pelo escultor em seu par, a “massa”, no gesto característico da situação. Nesse trabalho, os pares das duplas eram trocados a fim de que ambos passassem por todo o processo. E repetindo a situação, com a cena espelhada, procurava-se o lugar comum, o aprendizado e o novo passo para a crise atual. Em seguida, o grupo compartilhou suas experiências e visões sobre o espelhamento na biografia e seu valor.

Tivemos ainda o lançamento do Livro “No Umbral da Morte”, organizado por Ciro Augusto Floriani, com participação de diversos profissionais, entre eles Marcia Della Negra e Gilberto Valle, que presentes, fizeram uma pequena explanação sobre o tema.

Passamos o domingo, das 9h30 às 12h30 em Assembleia Geral para a aprovação do novo Estatuto, em frutífera discussão, onde praticamente todos falaram, foram ouvidos e acolhidos em suas contribuições e onde se tentou – e saímos com a sensação de termos dado um grande passo neste sentido – estabelecer uma identidade para a Associação neste reinicio de atividades, formulando o novo estatuto.

Com afinco, discutimos como agregar os Aconselhadores Biográficos formados, – hoje já aproximadamente 400, embora apenas 30 estejam associados, nesse momento – em uma Associação, com o intuito de apoiar e divulgar as iniciativas dos associados e expandir através dos Aconselhadores Biográficos, a Antroposofia no Brasil e no mundo.

Escolhemos os verbos agregar, apoiar e expandir como uma meta trimembrada para tentarmos motivar todos os demais Aconselhadores Biográficos a se unirem nesta Associação, para que juntos possamos levar esse impulso antroposófico, através do autoconhecimento, para o mundo.

Abrimos e encerramos nosso trabalho coroados pelos versos:

“Que possa brilhar sobre esta obra

A Luz dos espíritos do Leste;

Os espíritos do Oeste a re-irradiem;

Que os espíritos do Norte a adensem;

E os espíritos do Sul a aqueçam;

Para que os espíritos do Leste e Oeste,

Do Norte e do Sul possam fluir pela obra”.

Rudolf Steiner

Estes versos foram apresentados por Ronaldo Perlatto, retirados de Lievegoed em Sobre a Salvação da Alma e lidos por Daniela Liu, que permaneceram como uma Pedra Fundamental escritos no quadro durante o Encontro, nos dando o alicerce para o decorrer dessa frutífera manhã.

Enfim, essa “cartinha comunicado” tem por propósito sensibilizar você, que ainda não é sócio, a “vir a ser” conosco, participando do processo desse organismo social que pretende ser a Associação dos Aconselhadores Biográficos.

assembleia

Compartilhar:
Share