Advento

Coroa do advento

Estamos iniciando hoje, primeiro domingo do Advento, uma sequência semanal de emails alusivos à data.

Introdução

O advento é o tempo litúrgico que antecede o Natal. (do latim adventus que significa chegada)

São quatro semanas nas quais somos convidados a esperar Jesus que vem.

É um tempo de preparação e de alegre espera do Senhor.

Nas duas primeiras semanas do advento, a liturgia nos convida a vigiar e esperar a vinda gloriosa do Salvador.

Nas duas últimas, lembrando a espera dos profetas e de Maria, nos preparamos mais especialmente para celebrar o nascimento de Jesus em Belém.

As quatro velas representam essas quatro semanas e serão acesas, uma a uma, desde o primeiro domingo do Advento até o quarto domingo, sucessivamente. Via de regra as cores das velas devem corresponder à cor do tempo litúrgico – roxa -, diferenciando-se a terceira vela – rosa – como alegre preparação para a vinda do Senhor.

Neste sentido, relembramos que as vestes litúrgicas devem ser de cor roxa, como sinal de nossa conversão em preparação para o Natal, com exceção do terceiro domingo, onde o rosa substitui o roxo, revelando o Domingo da Alegria (ou Domingo Gaudette). O Advento deve ser tempo de celebração onde a sobriedade e a moderação são características peculiares da liturgia, evitando-se antecipar a plena alegria da festa do Natal de Jesus. Por isso, neste período não se entoa o “Glória” e nossos passos, nesse recolhimento, seguem em direção ao sublime momento do nascimento de Jesus.

 

Coroa do Advento

Acendendo as Quatro Velas

Na celebração eucarística, um pequeno rito pode ser colocado no início da celebração, liturgia da palavra ou qualquer outro momento conforme o designar o celebrante. O acender das velas, normalmente é aberto com a bênção das velas, canto e oração própria. Seria também muito próprio fazer, em nossas casas, uma breve oração e acendimento das velas nos Domingos que antecedem o natal.

 

1º Domingo do Advento – Acende-se a PRIMEIRA VELA

A luz nascente nos conclama a refletir e aprofundar a proximidade do Natal, onde Cristo, Salvador e Luz do mundo brilhará para a humanidade. Lembra ainda o perdão concedido a Adão e Eva. A cor roxa nos recorda nossa atitude de vigilância diante da abertura e espera do Senhor que virá.

Oração:
A luz de Cristo, que esperamos neste Advento, enxugue todas as lágrimas, acabe com todas as trevas, consolem quem está triste e encha nossos corações da alegria de preparar sua vinda neste novo ano de graça!

História a ser contada:
O caminho cheio de pedras – 1ª semana do Advento
Maria e José estavam em seu caminho para Belém, o burrinho trotava alegremente na sua frente.

José estava acostumado a caminhadas e tinha um bom bastão; com este ele podia dar largos passos. Maria, a querida Mãe Divina, se esforçava muito em acompanhá-lo, mas seus pés delicados sempre de novo batiam nas pedras escuras e afiadas do caminho.
Assim mesmo ela se continha com esforço, para não deixar perceber que sentia dores; mas ai uma lágrima saltou de seus olhos, essa ela não conseguiu conter. O burrinho obviamente não notou nada, e nem José, que estava atento em não errar o caminho.
Só o anjo que acompanhava os três em sua caminhada notou que Maria chorava.
Ele se abaixou até ela e lhe perguntou:
– Querida serva do Senhor, porque chora? Você está em seu caminho à Belém, onde darás à luz à criança divina. Isto não te deixa feliz?
Maria respondeu:
– Com muito prazer quero receber a criança divina, e também não quero me queixar, só as pedras escuras e pontiagudas batem e espetam os meus pés, e o meu caminhar se torna difícil.
Quando o anjo escutou isso, olhou para as pedras com o seu olhar claro e brilhante do céu. E olhe: Sob o seu olhar luminoso as pedras se transformavam. Elas afilavam os seus cantos e pontas e absorviam um brilho de cores algumas até ficavam transparentes como vidro e brilhavam na luz que vinha do anjo.
Então Maria continuou o seu caminho em cima de uma estrada cintilante e brilhante de cores, e nenhuma dor mais dificultava a sua caminhada.

 

 

Compartilhar:
Share